terça-feira, 7 de julho de 2009

De lagostas e Michael Jackson

Ia começar com um comentário sobre como as lagostas estão lindas e (razoavelmente) baratas nessa época do ano. Dar uma ou duas receitinhas... Explicar que preciso ir atrás da dona Vicentina para conseguir mais detalhes sobre o bolinho caipira... Mas não consegui.
Acabo de ver na TV as cenas do funeshow do Michael Jackson e descobri que o cantor AINDA não foi enterrado. E nem a histeria midiática que tomou conta do mundo.
Sei não gente, talvez o problema seja comigo...
Um monte de coisas me incomodou nesse evento, repetido ad nauseam em todas as emissoras. E olha que aqui em Jacareí, onde tento colocar alguma ordem nos meus pensamentos, só tenho TV aberta.
O Steve Wonder, ao se apresentar, disse que não pensou que iria viver para ver esse dia. Ok, ele é cego, não viu nem vai ver. Brooke Shields apresentou a música “Smile” e disse, debulhando-se em lágrimas que, como manda a letra, as pessoas deveriam olhar para o alto e sorrir, sorrir.... A filhota do cantor, Paris, foi escoltada pela família até o centro do palco para falar sobre o pai. A vovó Katherine e a tia Janet Aparecida estavam mais preocupadas em ajustar o microfone da menina para que toooooodo mundo a ouvisse, do que em livrá-la desse mico constrangedor. Alguém afirmou que Barack Obama só foi eleito graças ao trabalho de Michael Jackson. E agora não duvido que o pai do cantor, o Joe Jackson, seja mesmo um exú virado no ninja. Deve ter sido ele quem obrigou os irmãos a usar gravata amarela e rosa vermelha na lapela. Será que o selo dele vai lançar The Jackson Four? Talvez Joe tenha até tentado convencer Mariah Carey a colocar um xale (amarelo?) sobre os fartos seios expostos na cerimônia fúnebre, mas como não é o pai dela não conseguiu. Certíssima a Elizabeth Taylor, que não foi a Los Angeles e chamou o funeshow de circo.
Que é toda essa gente chorando? Chineses, indianos, franceses... uma catarse louca parece que tomou conta do mundo. Tipo assim: “Ai, tô dura, não tenho grana pra pagar o aluguel e.. e.. o Michael Jackson moooorreuuu... buáaaa” ...
Quem são esses brasileiros que se inscreveram para conseguir uma entrada para o Staples Center e afirmam não ter ido aos EUA por falta de pa$$aporte? Vão guardar o papelzinho, emoldurar, pendurar na sala... E venda-se discos, DVD’s, luvinhas... meu deus! Será que as meias brancas usadas com mocassins pretos vão voltar? Socorro!
Passaram-se mais de dez dias e o cara AINDA não foi enterrado.
Depois do funeshow a família foi almoçar, comentar sobre como estavam vestidos os convidados, quem faltou... provavelmente aproveitaram para acertar os detalhes sobre um DVD: “Michael Jackson, o funeral do século”...
Ufa...
Não me entendam mal. Não tenho nada contra o Michael. Fiquei pretérita quando vi na TV, no dia 25, a cobertura da Record News sobre a internação e morte do cantor. Não tenho nenhum CD dele, mas reconheço todas as músicas. Tenho recordações ótimas da interpretação da trilha sonora de Ben, um filme dos anos 70, responsável em parte por essa estranha mania de adorar filmes de terror. E hamsters... tive uma chamada Sabrina, homenagem a mais esperta das Panteras... mas NÃO vou falar sobre a morte da Farrah-Fawcett. Sem esquecer do desenho dos Jackson Five, que animava minhas tardes quando era pirralha (pronto, entreguei a idade...).
Sobre a vida e obra de MJ, o André Forastieri resumiu muito bem o assunto (aqui).
Pra concluir, todo mundo vai morrer. Eu, você, o Sarney... Talvez tivesse sido melhor fazer como a revista Piauí, na deliciosa análise do Eugênio Bucci (aqui).
Findo o desabafo necessário, voltamos ao tema do blog...
Lagostas a R$ 40 o quilo. É o preço no litoral norte (SP). Mas não dá para se animar muito. Uma lagostinha já pesa quase isso – tem carcaça, cabeça, entranhas – e dá no máximo umas 300 g de carne, ou seja: é uma média por pessoa.
Sobre o bolinho da dona Vicentina, incensado no post abaixo, preciso dizer que tentei fazer como ela explicou e não ficou bom: duro feito uma pedra. Anotei os protocolos cientificamente e vou corrigir para dar a receita em breve. Assim que tiver certeza que o MJ foi enterrado, cremado, enviado para Marte....
Postado por Alê
A imagem deste post veio deste site

3 comentários:

Anônimo disse...

Texto Excelente! Agora quero uma receita de lagosta, MJ já foi...

Anônimo disse...

HAHAHAHAHAHA, NUSSA RI MTO COM O TEXTO! COMO SEMPRE GENIAL!!!!!

Alessandra disse...

A receita da lagosta vem essa semana! Me aguardem!