terça-feira, 4 de novembro de 2008

É grande, mas rende


Quem tem família pequena ou mora sozinho desanima: o que fazer com uma abóbora inteira? Nessa época do ano, lá está ela, - a variedade kabocha ou abóbora japonesa – na banquinha da feira, uma verdadeira pechincha: cerca de três reais a unidade de quase três quilos. E, ao contrário das outras frutas e legumes, essa se mantém quase um mês, mantida em local fresco, se não for aberta. A última que comprei rendeu três pratos distintos entre si. O primeiro foi um recheio de tortelone expresso, invenção da minha mãe, feito com massa de pastel. O outro, uma sopa creme que caiu muito bem com a chuvinha do fim de semana. Para finalizar, o pedaço restante foi assado e servido como acompanhamento de uma carne grelhada.

Recheio de abóbora
Ingredientes
½ abóbora
2 dentes de alho
50 g de queijo parmesão ralado
50 g de farinha de rosca
Sal e pimenta do reino
Massa para pastel (foi usada a marca Massa Leve, em rolinho)
Papel alumínio

Modo de fazer
1) Lave bem a abóbora (ainda fechada) e corte-a ao meio. Retire as sementes. Reserve uma das metades. (Cubra com filme plástico e guarde na geladeira)
2) Coloque na cavidade da metade que será usada os dois dentes de alho, com a casca.
3) Cubra a parte exposta da abóbora com uma folha de papel alumínio e leve ao forno quente (cerca 180ºC) por meia hora ou até que a polpa esteja macia.
4) Espere esfriar.
5) Retire a polpa com uma colher e coloque em uma tigela, junto com os dentes de alho já livres da casca.
6) Amasse bem com um garfo e junte o parmesão e a farinha de rosca. Tempere com o sal e a pimenta do reino.
7) Abra a massa de pastel e corte círculos de 8 a 10 cm de diâmetro.
8) Recheie cada círculo com aproximadamente uma colher de chá de abóbora, sem abusar da quantidade para não dificultar o fechamento da massa.
9) Umedeça as bordas com um pouco de água e feche a massa pelas laterais.

10) Disponha sobre um pano de prato de algodão, limpo e seco, até a hora de cozinhar.
11) Para cozinhar, leve uma panela ao fogo com cerca de 4 litros de água. Ao ferver, junte a massa delicadamente e retire com uma escumadeira quando subir.

*** Muito boa essa dica de usar a massa de pastel da Dona Graziella. Ela é feita sem ovos, por isso fica mais leve. O importante aqui é não deixar o recheio ficar muito úmido, senão a massa se rompe e na hora de cozinhar vira uma grande meleca. Por isso vai bem um pouco de farinha de rosca. Dá para substituir esse ingrediente por duas ou três torradas dessas prontas, passadas no triturador. Além disso, pode-se incrementar o recheio com algumas nozes picadas, um pouco de salsinha picada ou ainda substituir o parmesão por queijo gorgonzola. Um molho simples e rápido para essa massa é feito com 50 a 100 g de boa manteiga onde fritam algumas folhas de sálvia. Faça isso em uma frigideira grande e coloque nela a massa recheada conforme for cozinhando. Depois é só polvilhar com um pouco mais de parmesão, um pouco de pimenta do reino e bom apetite!

Sopa creme de abóbora
Ingredientes
¼ de Abóbora
1 batata
1 cebola
1 cenoura
2 dentes de alho
1 cubo de caldo de galinha
1 pedaço de gengibre (do tamanho de um cubo de caldo pronto)
2 colheres de sopa de creme de leite
Sal

Modo de fazer
1) Descasque a abóbora, a batata e a cebola, corte em pedaços grandes e coloque em uma panela. 2) Raspe a cenoura, descasque os dentes de alho e o pedaço do gengibre e junte aos outros ingredientes.
3) Cubra com aproximadamente ½ litro de água, coloque aí o caldo de carne e leve ao fogo por cerca de 40 minutos ou até a batata se desmanchar
4) Quando tudo estiver bem cozido, transfira o conteúdo da panela para o copo do liquidificador. Bata até obter uma mistura homogênea.
5) Retorne para a panela e na hora de servir, esquente, acrescente o creme de leite e corrija o sal se necessário.

*** Essa sopa aceita diversas variações. Experimente juntar uma colher bem servida de curry pronto durante o preparo. Ou então acrescentar cubos de gorgonzola antes de servir. Também vai bem com cebolinha cortada em rodelas bem finas, ou pinolis tostados na manteiga até dourar. Gosto muito de usar a abóbora japonesa, mas essa receita pode ser feita com a abóbora vermelha, o jerimum e a paulista.

Abóbora assada
Ingredientes
¼ de Abóbora
Azeite
Sal e pimenta do reino

Modo de fazer
1) Acenda o forno na temperatura de 200º C.
2) Unte uma assadeira com um fio de azeite
3) Lave bem a casca da abóbora, se tiver, use uma escovinha para retirar qualquer vestígio de terra.
4) Corte a abóbora em fatias de cerca 1cm, com a casca.
5) Disponha na assadeira, sem sobrepor. Tempere com sal e pimenta do reino.
6) Leve ao forno por 10 a 15 minutos. Retire e vire as fatias. Elas devem ter adquirido uma coloração marrom na parte que ficou em contato com o fundo da assadeira.
7) Volte ao forno pelo mesmo tempo até que os dois lados estejam torradinhos.
8) Vai muito bem como acompanhamento de carnes e aves grelhadas.

*** Bico, né? Até a casca, bem lavada, é comestível e com esse tempo de forno fica bem macia. Enfeite com raminhos de alecrim na hora de servir e o visual fica incrível. Tem várias outras receitas, como o quibe de abóbora, o purê, o escondidinho de carne seca com abóbora, os bolinhos, sem contar os doces. Depois eu posto, tanto aqui tem abóbora o ano todo.
Postado por Alê

Nenhum comentário: