sábado, 18 de outubro de 2008

Quase um sorvete

Tenho muita sorte de não gostar lá muito de doces, senão estaria batendo os 200 quilos. Mas tem um que eu adoro. O preparo pede alguns procedimentos um pouco trabalhosos, mas vale a pena porque ele rende bastante e vira uma sobremesa de efeito:

Semifreddo agli agrumi
10 porções

Ingredientes
6 ovos
500 ml de creme de leite fresco (e gordo)
90 g de açúcar
1 e ½ xícara de café de licor Cointreau ou Limoncello
2 laranjas
1 limão

Modo de fazer:
1) Separe as gemas das claras.
2) Em uma tigela de aço, dissolva o açúcar no licor.
3) Leve ao fogo uma panela com água. Ela precisa ser grande o suficiente para encaixar a tigela de aço, para o banho-maria.
4) Quando a água do banho-maria ferver, misture as gemas ao licor com açúcar e misture vigorosamente.
5) Coloque a tigela sobre a panela com água fervente, misturando sempre até obter um creme espesso.
6) É possível fazer esse creme, o zabaione, na panela, sem o banho-maria. Basta fazer o procedimento número 2 na panela e juntar as gemas diretamente . Mas deve-se tomar muito cuidado para não passar do ponto e virar uma omelete. Proceda usando a chama no mínimo.
7) Ao obter o creme, retire do fogo e deixe esfriar.
8) Com a ajuda da parte mais fina do ralador, raspe apenas as cascas das laranjas e do limão (evite a parte branca que amarga o preparado), que antes devem ser bem lavados. Junte as raspas dos cítricos às gemas batidas.
8) Bata o creme de leite na batedeira até obter um chantilly bem firme. É importante que o creme de leite esteja bem gelado, senão não sobe.
9) Junte a esse chantilly o creme de ovos que deve estar frio, mas nao gelado. Mescle devagar para não perder o ponto, mas tome cuidado para incorporar bem as gemas.
10) Você pode dividir essa mistura em taças individuais ou colocar num único recipiente. O ideal é uma forma retangular, dessas para pão de forma, estreitas e com laterais altas.
11) Coloque no freezer por no mínimo 4 horas. Esse doce fica melhor feito de um dia para o outro. Retire meia hora antes de servir.

*** Confesso que doceria não é o meu forte. Até porque entre um brigadeiro e uma coxinha, fico com o segundo sem titubear. Penei muito nas aulas de pasticceria: já transformei creme de leite em manteiga, queimei a calda de açúcar, fiz um pão de ló que parecia um capacho. Ninguém é perfeito... Hoje até que me viro bem, adoro assar bolos e fazer crostatas (logo mais posto algumas receitas aqui). Sobre essa receita do semifreddo, existe no mercado um composto de gordura vegetal liquida para fazer chantilly. Já usei esse produto nessa receita: a consistência fica super firme, ele rende bastante, mas não é creme de leite...
Postado por Alê

Nenhum comentário: